Saúde e Beleza

Alimentos ultraprocessados

Médicos e instituições da saúde recomendam que as pessoas consumam com cautela os alimentos processados, mas e os alimentos ultraprocessados, você sabe o que são? Qual a diferença entre ultraprocessado e processado? Quais os malefícios de comer alimento ultraprocessado? Existem estudos sobre este tipo de alimento? Vamos tentar explicar neste post um pouco mais sobre os ultraprocessados, alimentos que já estão interligados à várias doenças e são prejudiciais à nossa saúde.


Alimentos ultraprocessados

Primeiramente para esclarecer, o nome alimentos ultraprocessados foi criado pelo NOVA, um novo sistema de classificação dos alimentos que categoriza os alimentos de acordo com a extensão e propósito de processamento. Este sistema foi criado por pesquisadores da USP e toda a pesquisa pode ser lida no PDF O Sistema Alimentar disponível no site World Public Health Nutrituion Association.

O grupo de ultraprocessados inclui os alimentos de formulações industriais feitas inteiramente ou majoritariamente de substâncias extraídas de alimentos como óleos, gorduras, açúcar, amido e proteínas. De substâncias derivadas de constituintes de alimentos como gorduras hidrogenadas, amido modificado ou de substâncias sintetizadas em laboratório com base em matérias orgânicas como carvão e petróleo, neste entram os aditivos como os corantes, aromatizantes, realçadores de sabor e outros. São alimentos em que são usadas técnicas de manufatura como extrusão, moldagem, e pré-processamento por fritura ou cozimento.

Normalmente são alimentos que possuem um número elevado de ingredientes (cinco ou mais), e que contenham ingredientes não usados em preparações culinárias como a gordura vegetal hidrogenada, xarope de frutose, agentes de massas, corantes e outros.

Se estiver no mercado esta é uma maneira de saber se o alimento é ultraprocessado ou não, verificando justamente a informação nutricional no rótulo.

Por que deve-se diminuir ou não consumir estes tipos de alimentos?

Normalmente os ultraprocessados são ricos em gorduras e açúcares, com alto teor de sódio. Sua composição nutricional é pobre, não contém muita fibra que são importantíssimas para saúde do coração e no combate de doenças como diabetes e câncer. Também não pobres em vitaminas, minerais e outras substâncias essenciais para nossa saúde.

Alimentos ultraprocessados

Alimentos ultraprocessados doenças prejudiciais à saúde

Também deve-se ter muito cuidado com os ultraprocessados diet ou light. A maioria deles quando reduzem gordura aumentam a quantidade de açúcar e vice-versa. Alguns falam que possuem fibras mas estas fibras não têm o mesmo efeito no organismo do que o nutriente natural do alimento.

Além disso estes alimentos enganam o organismo quanto às calorias consumidas. Eles não dão a saciedade necessária que obtemos quando comemos produtos naturais. Acabamos assim consumindo muito mais calorias que o normal, estas calorias irão se acumular no corpo em forma de gordura, levando à obesidade.

Exemplos de alimentos ultraprocessados

Para a tristeza de muita gente, os ultraprocessados são alimentos junk food.

  • Biscoitos doces ou salgados em pacote como Bono, Negresco, Oreo, Doritos, Cheetos e outros
  • Sorvetes em geral, tirando os sorvetes naturais que não contenham gordura
  • Cereais açucarados como Sucrilhos, Kelloggs Granola, Corn Flakes
  • Barras de cereais
  • Balas e docinhos
  • Molhos industrializados como catchup e mostarda, molhos para salada
  • Bolos industrializados e misturas para bolos
  • Sopas prontas enlatadas e em pó
  • Iogurtes e outras bebidas lácteas que são adoçadas e aromatizadas
  • Macarrão instantâneo como miojo
  • Temperos instantâneos
  • Refrigerantes
  • Refrescos
  • Bebidas energéticas
  • Produtos congelados como massas, pizzas, hambúrgueres, batata-frita
  • Empanados como nuggets
  • Salsichas, salame e outros embutidos
  • Pães para hambúrguer ou cachorro-quente
  • Pães doces e outros que contenham gordura vegetal hidrogenada, amido e aditivos

Aditivos adicionados na comida e para que servem

Diferença entre alimentos ultraprocessados e processados

Os alimentos processados são os alimentos que são fabricados com adição de sal ou açúcar, óleo, vinagre ou outra substância que passe por processos como prensagem, moagem, pulverização, secagem e refino. Eles possuem, em sua maioria, apenas dois ou três ingredientes em sua composição. Podem conter aditivo para preservar sua propriedade original como, por exemplo, antioxidantes em geléias.

Exemplos dos processados são queijos e pães, conservas de hortaliças ou leguminosas, castanhas doces ou salgadas, carne salgada, peixe em conserva, fruta em calda etc.

Os processados também devem ser consumidos com cautela.

Existem estudos sobre os ultraprocessados?

Sim existe. Pesquisadores franceses e ingleses mostraram que este tipo de alimento está interligado com câncer. As notícias podem ser lidas na BBC e no The Guardian.

Além disso a Organização Pan-Americana da Saúde provou a ligação entre o alimento ultraprocessado e a epidemia da obesidade na América Latina no documento “Consumption of ultra-processed food and drink products in Latin America: Trends, impact on obesity, and policy implications“.

Outros estudos mostraram ligação do consumo de ultraprocessados com a epidemia de diabetes.

Portanto, tenha em mente, quanto menos ultraprocessado você comer melhor para sua saúde!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

3 Comentários