Variedades

Calendário de pagamento do PIS 2015-2016


Em tempos de crise, qualquer dinheiro que entra em caixa é bem vindo. Um dos pagamentos mais esperados do ano por muitos trabalhadores é o abono do PIS. Para o ano de 2015 houveram algumas alterações principalmente no calendário de pagamento. Até o ano passado, todos os abonos eram pagos antes do final do ano. Agora, o pagamento segue o mês de nascimento do trabalhador. Já no exercício 2016 – 2017 serão aplicadas ainda outras regras que falaremos mais tarde.

Calendário de pagamento do PIS 2015 – 2016

Calendário de pagamento do PIS 2015

Abaixo, você confere a data em que o valor de um salário mínimo estará disponível para saque. A tabela é baseada no mês de nascimento do trabalhador. Vale dizer que quem recebe a partir do mês de Janeiro/2016, já receberá com o valor do salário mínimo atualizado (valor provável de R$855,00). Até dezembro será pago o valor de R$788,00.

Calendário de Pagamento do PIS 2015-2016

Quem tem direito ao pagamento do PIS

Para receber o abono, o trabalhador deve preencher os seguintes requisitos:

  • Estar cadastrado no PIS há no mínimo cinco anos
  • Ter recebido no máximo dois salários mínimos no ano-base
  • Ter trabalhado por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, durante o ano base
  • Ter os dados relacionados na RAIS pela empresa empregadora

Como é feito o pagamento do PIS

O trabalhador pode receber o benefício da seguinte forma:

  • Através de crédito em conta, quando este possui conta corrente ou conta poupança na Caixa Econômica Federal.
  • Quem possui o Cartão do Cidadão pode realizar o saque do abono nos caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas ou ainda nos Correspondentes Caixa Aqui.
  • Diretamente na agência da Caixa apresentando o número do PIS e um documento oficial de identidade

Quais são as novas regras do PIS para o exercício 2016-2017

A partir do próximo exercício (2016-2017) só receberá o abono do PIS o trabalhador que atender aos seguintes requisitos:

  • Estar cadastrado há pelo menos cinco anos no programa do PIS
  • Ter trabalhado ao menos 180 dias (seis meses) sem interrupção no ano anterior ao recebimento do abono, ou seja, 2015.
  • Não ter recebido mais de dois salários mínimos como remuneração pelo trabalho prestado.

Além disso, haverá mudança no valor do abono. Uma pessoa só receberá um salário mínimo de abono caso tenha trabalhado por 12 meses corridos sem interrupção no ano anterior. Para quem trabalhar mais de seis meses e menos de 12 meses, a tabela de pagamento seguirá uma proporção da seguinte forma:

Trabalhou 6 meses – Recebe meio salário mínimo de abono
Trabalhou 7 meses – Recebe 7/12 de um salário mínimo de abono
Trabalhou 8 meses – Recebe 8/12 de um salário mínimo de abono
Trabalhou 9 meses – Recebe 9/12 de um salário mínimo de abono
Trabalhou 10 meses – Recebe 10/12 de um salário mínimo de abono
Trabalhou 11 meses – Recebe 11/12 de um salário mínimo de abono
Trabalhou 12 meses – Recebe um salário mínimo de abono

Mais uma vez, estas novas regras do PIS só valem para o ano de 2016. Para o pagamento do exercício 2015 tudo continua como está.

Ficou com alguma dúvida? Deixe na área de comentários que tentaremos ajudar ou então procure uma agência da Caixa Econômica Federal para maiores esclarecimentos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!