Verificar se celular está bloqueado pelas operadoras

Cada aparelho celular possui um IMEI próprio. É um código de identificação exclusivo que serve para diferenciar um aparelho de outro na rede. Se uma pessoa é assaltada ela pode entrar em contato com a operadora de celular e denunciar o ocorrido informando o IMEI do aparelho. A operadora então bloqueia o IMEI e o assaltante não poderá usar o aparelho para fazer ligações. Se você costuma comprar aparelho usado, é muito importante verificar se celular está bloqueado pelas operadoras para não correr o risco de gastar dinheiro à toa.


Verificar se celular está bloqueado pelas operadoras

Para verificar se smartphone está bloqueado para ligações acesse o site da Anatel “Consulta IMEI” https://www.consultaaparelhoimpedido.com.br/. Na página principal aparecem detalhes sobre o serviço e informação sobre a última atualização dos dados. Clique em “Consultar IMEI”.

Verificar se celular está bloqueado pelas operadoras

Verificar se celular está bloqueado pelas operadoras

Digite o IMEI do aparelho no campo “IMEI”, são apenas os 14 primeiros números. Digite os caracteres que aparecem na figura e clique em “Consultar”.

verificar IMEI na lista negra das operadoras

Verificar IMEI na lista negra das operadoras

 

Na parte debaixo da página aparecerá a informação. Se aparecer escrito “Não cadastrado na base” é por que ele não está bloqueado pela operadora, não está impedido de fazer ligações. Se ele estiver bloqueado aparecerá “Impedido”.

IMEI não cadastrado na base Anatel bloqueio operadoras

De acordo com a Anatel não importa para qual operadora esteja impedido. Tim, Vivo, Claro, Oi, Nextel, se estiver impedido para alguma delas, não funcionará com chip de nenhuma outra. Esta é uma lista negra nacional de IMEIs impedidos de telefones roubados, extraviados, furtados ou perdidos.

Após a solicitação de bloqueio do IMEI junto a operadora, deve-se esperar até 72 horas para as informações aparecerem atualizadas neste site da Anatel, o processo não é instantâneo.

Deixe um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.