Techie

Significado das siglas de vídeos – Versões DVDscr, DVDrip

Está querendo converter seus filmes e não tem idéia dos significado das versões de vídeos? Já reparou que os filmes compartilhados na web vêm com uma sigla embutida no nome? BDRip, DVDscr, DVDrip, R5, CAM, TS, TC, são tantas que já perdemos a conta. Mas o que seriam estas siglas? Veja agora o significado das siglas de vídeos.


Significado das siglas de vídeos

Siglas dos filmes

BRRip / BDRip (Blu-Ray Rip) – filme/vídeo copiado de um disco Blu-Ray, sendo que o BDRip é ripado diretamente do disco Blu-Ray enquanto o BRRip é uma versão compactada de um disco Blu-Ray previamente ripado. Qualidade de imagem e som ótimas, e muito melhores que o DVDRip. Normalmente estão no formato mkv e o tamanho dos arquivos são bem grandes, pois pode ser 720p, 1080i ou 1080p.

BDSCR (Blu-Ray Rip) – filme/vídeo com qualidade Blu-Ray distribuído para divulgação para jornalistas e críticos antes do lançamento, normalmente vem com aviso de texto (marca d’água) explicando que é promocional.

CAM – é quando o filme (vídeo) é gravado dentro do cinema com uma câmera digital, normalmente a qualidade de áudio e imagem são péssimos.

DVDscr (DVD-Screener) – filme (vídeo) com qualidade de um DVD comum, que é distribuído para divulgação para jornalistas antes do lançamento. Normalmente possui algum tipo de aviso em texto (como marca d’água) ou mudando a cor do filme para preto e branco. Qualidade um pouco abaixo do DVDRip.

DVDRip – cópia exata do DVD vendido nas lojas com qualidade de áudio e vídeo ótimos. Formatos mais usados para esses fimes são: AVI, OGM, MKV, DIVX, SVCD, VCD, RMVB e DivX/XviD

HDDVDrip – cópia exata do lançamento final em HDDVD, qualidade bem melhor que de DVD próxima do Blu-Ray, mas perdeu espaço para o Blu-Ray.

Significado das Siglas de Vídeos

Significado das siglas de vídeos

HDTV, PDTV or DS Rip – capturados de uma TV com cartão PCI DIGITAL. Em alguns casos o HDTV tem qualidade melhor que de DVD. DSR e PDTV são recodificadas para 512×384 ou 720×404 (widescreen). HDTV são recodificados em várias resoluções como 720×404 (360p), 960×528 (540p) e 1280×720 (720p), podendo ser progressive scan ou não.

R5 – qualidade de imagem parecida com a do DVD screener. Esse formato foi criado para combater a pirataria, é produzido mais rápido e sem muitos gastos, pois a imagem não sofre nenhum tratamento

TC (TeleCine) – quando o filme é copiado diretamente dos rolos do cinema para o sistema digital. Áudio e imagem com qualidade muito boas.

TS (TeleSync) – quando o filme é gravado no cinema com uma câmera digital (parecido com o CAM). A qualidade da imagem costuma ser ruim, mas o áudio é bom, pois é o som é feito por captação externa e não onboard como no CAM (que é o microfone da câmera).

TV-RIP (TVRip) – cópia de um programa da TV, gravado diretamente da TV, muito usado em série, clipes de música etc. A gravação é feita com uma placa de video-captura digital do computador.

VHSRip – vídeo/filme copiado de uma fita de vídeo VHS (substituída pelo DVD e Blu-ray nos dias atuais).

VHS-Screener – filme gravado de fitas VHS enviadas para jornalistas e distribuidores para promover o filme. Costuma vir com algum tipo de marca d’água (texto ou mudando a cor do filme).

VODRip (Video-On-Demand Rip) – gravação ou captura de um vídeo/filme a partir de um serviço sob demanda como TV a cabo ou satélite. Alguns são gravados com software no computador (melhor qualidade) outros usam câmeras para gravar manualmente e o conteúdo é passado para o computador (qualidade pior). Normalmente a qualidade é melhor que de versões CAM ou Telesync.

WEB-DL – filme ou programa de TV baixado de um site como iTunes ou Amazon, com qualidade muito boa pois não são recodificados, o vídeo costuma estar em H.264 e áudio em AC3/AAC.

WEBRip – filme ou programa de TV ripado de um serviço de streaming sem DRM como Hulu, Crunchroll etc. Com qualidade comparável ao WEB-DL, mas os bitrates costumam ser mais baixos para economizar banda no streaming (quando é transmitido).

WEBCap – filme ou programa de TV ripado normalmente de uma captura em vídeo de um streaming com DRM como Amazon Instant ou Netflix, com qualidades variáveis pois a qualidade depende da velocidade da internet e do programa usado para gravar.

Siglas com relação à resolução da tela

WS (Widescreen) – tela do filme em 16:9

FS  (Fullscreen) – tela cheia 4:3

720p – normalmente tem a resolução de 1280 x 720

1080p – normalmente tem a resolução de 1920 x 1080 e o p significa progressive scan ou progressivo, este modo varre a tela inteira em uma única passada, transmitindo e exibindo todas as linhas da tela a cada atualização, garantindo assim uma melhor experiência para o usuário

1080i – normalmente tem a resolução de 1920 x 1080 e o i significa interlaced ou entrelaçado, este modo monta em cada passagem metade das linhas da tela, as linhas pares ou ímpares, formando a ilusão de uma resolução maior e transmitindo apenas metade da imagem formada. Resultando qualidade menor que a progressiva.

Significado das siglas de vídeos – Outras siglas utilizadas

AVI (Audio Video Interleave) – formato de vídeo crido pela Microsoft como parte de seu programa Video for Windows, os arquivos podem conter aúdio e vídeo, parecido com DVD

Dubbed – arquivo está dublado em outra língua indicada no nome do arquivo

Dual Audio – filme com duas opções de som

MKV (Matroska) – formato que permite o arquivo conter dados de diferentes tipos de codificações de vídeo e áudio, com qualidade muito melhor que o AVI

MP4 (MPEG-4 Part 14) – formato de arquivo similar ao AVI com algumas vantagens como suporte nativo a legendas embutidas, melhor suporte ao padrão H.264, podendo ser criado com diversos tipos de codec diferentes. Também encontrado como .m4a ou .m4p e permite transmissão pela internet (streaming).

NUKED – quando o arquivo é banido por conter defeitos

REPACK/RERIP – quando o arquivo de vídeo está com defeito ele é relançado com esse escrito

Subbed – arquivo ripado com legenda embutida

UNRATED – versão sem cortes, sem as edições realizadas para transmissão nos cinemas

X264 (Mpeg4 AVC/H.264) – é um padrão de compressão de vídeo desenvolvido pela ITU-T Video Coding Experts Group (VCEG) junto da ISO/IEC MPEG

XviD – codec desenvolvido como um projecto de software livre por programadores voluntários de todo o mundo. Por ser de qualidade boa, é um dos formatos que mais se popularizou. Ele pode comprimir um filme de DVD completo para caber num CD, sem preder a qualidade do filme original

DivX – formato parecido com o XviD, mas de qualidade um pouco menor

O significado das siglas de vídeos não é tão simples como parece. São muitas opções diferentes e conforme novas tecnologias são lançadas, ocorrem modificações importantes nos arquivos.