Interação da toranja com remédios


É verdade que existe interação da toranja com remédios? É perigoso misturar suco de toranja com alguns medicamentos? Apesar da toranja (grapefruit, pomelo) conter vitamina C e potássio, esta fruta pode interagir com alguns medicamentos e trazer complicações para saúde.

Interação da toranja com remédios

Estes são alguns exemplos de medicamentos que interagem com a toranja, não importa se é a fruta ou o suco:

  • Alprazolam – transtornos de ansiedade;
  • Amiodarona – distúrbios graves do ritmo cardíaco, taquicardia ventricular sintomática;
  • Atorvastatina – reduzir os níveis de colesterol no sangue;
  • Carbamazepina – epilepsia e dor neuropática;
  • Cilostazol – prevenção de acidentes vasculares cerebrais, nas vasculopatias ateroscleróticas ou diabéticas e na claudicação intermitente;
  • Claritromicina – infecções bacterianas envolvendo pele, orelha, seios paranasais e pulmões e outros;
  • Colchicina ou colquicina – tratamento de gota;
  • Dronedarona – manutenção do ritmo sinusal após cardioversão;
  • Drospirenona (Elani Ciclo) – anticoncepcional;
  • Eritromicina – infecções bacterianas do trato respiratório, sífilis, difteria, amebíase intestinas, coqueluche e outros;
  • Etinilestradiol (Elani Ciclo) – anticoncepcional;
  • Felodipina – controle de hipertensão;
  • Fentanil – para dor e anestesia;
  • Fentanil transdérmico – dor e anestesia;
  • Fexofenadina (Allegra) – anti-histamínico (interage também com suco de laranja e de maçã);
  • Indinavir – tratamento de pacientes adultos e pediátricos infectados pelo HIV-1;
  • Loratadina – anti-histamínico;
  • Losartan – tratamento de hipertensão arterial;
  • Lovastatina – para hipercolesterolemia e prevenir doenças cardiovasculares;
  • Nilotinibe – pacientes com leucemia mieloide crônica cromossomo Philadelphia positivo (LMC Ph+);
  • Pazopanibe – tratamento de carcinoma de células renais (RCC);
  • Pimozida – antipsicótico;
  • Ranolazina – tratar angina, dores no peito relacionadas ao coração;
  • Saquinavir – antiviral;
  • Sildenafila – tratamento da disfunção erétil;
  • Sinvastatina – pacientes sob alto risco de doença coronariana ou com doença coronariana (DAC);
  • Tadalafila – tratamento da disfunção erétil;
  • Vardenafila – tratamento da disfunção erétil;
  • Verapamil – tratamento de transtornos cardiovasculares.

O que a toranja causa no medicamento?

A fruta ou o suco da toranja afeta como o remédio é metabolizado pelo corpo para ser eliminado.

Interação da toranja com remédios
Interação da toranja com remédios

A toranja consegue diminuir a potência da enzima natural do corpo responsável pela quebra das substâncias ingeridas nos medicamento para serem eliminadas. Com isso, quando os remédios entram na corrente sanguínea, eles estão mais potentes, podendo levar à overdose ou outros efeitos colaterais deconhecidos.

Se tomar o medicamento em horário diferente da toranja (grapefruit)?

Não importa o horário em que o suco ou a fruta toranja é consumida, os efeitos da fruta em certos medicamentos podem durar por mais de 24 horas.

Mesmo que você tome o remédio apenas uma vez por dia, deve evitar o consumo desta fruta durante todo tratamento.

Conclusão interação da toranja

Caso queira tomar suco de toranja ou comer a fruta, sempre converse com seu médico caso esteja tomando algum medicamento ou em algum tratamento específico.

Leia a bula do medicamento se for remédio vendido sem acompanhamento médico, normalmente tem escrito sobre a interação com a toranja.

Tenha cuidado com algumas bebidas vendidas em mercado pois podem conter suco de toranja misturado.

1 comentário em “Interação da toranja com remédios”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.