Posso não concordar com as políticas do WhastApp depois de ter aceitado?

Posso não concordar com as políticas do WhastApp depois de ter aceitado? O WhatsApp mudou sua política de privacidade pois irá compartilhar algumas informações do usuário e juntar com os dados do Facebook. Logo antes de lançar estes novos termos e política, o WhatsApp ameaçou de bloquear os usuários que não aceitassem os termos, e depois falou que iria apenas limitar algumas funções do aplicativo. Mas agora voltaram atrás e não vão mais restringir recursos de quem recusa a nova política de privacidade. E se você já aceitou os termos, pode desfazer o aceite?


Posso não concordar com as políticas do WhastApp depois de ter aceitado?

A resposta infelizmente é NÃO. Se você já concordou com a nova política de privacidade do WhatsApp, não tem como reverter o aceite. Uma vez tocado na opção “Concordar”, não tem volta, os novos termos e política são aplicativos à conta.

Posso não concordar com as políticas do WhastApp depois de ter aceitado?
Posso não concordar com as políticas do WhastApp depois de ter aceitado?

Apesar de não restringir recursos ou bloquear as pessoas, o WhatsApp irá mostrar alertas periodicamente para as pessoas que ainda não aceitaram os novos termos e política.

Esse é o comunicado do WhatsApp:

Dadas as recentes discussões com várias autoridades e especialistas em privacidade, queremos deixar claro que não temos planos no momento de limitar as funcionalidades do WhatsApp àqueles que ainda não aceitaram a atualização [da política de privacidade]. Em vez disso, continuaremos a lembrar os usuários periodicamente sobre a atualização, bem como quando as pessoas optarem por usar funcionalidades opcionais relevantes, como comunicar-se com uma empresa que recebe apoio do Facebook.

Aqueles que ficarem de saco cheio dos alertas e não quiserem permitir este compartilhamento de dados pessoais entre WhatsApp e Facebook, devem optar por outro serviço e excluir a conta do WhatsApp. Duas alternativas ao WhatsApp mais utilizados atualmente são os aplicativos Telegram e Signal.


1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.