Variedades

Como comprovar renda de autônomo

Na hora de fazer um empréstimo ou financiamento, todo mundo sabe que a burocracia é muito grande. Quem é autônomo, sofre mais ainda. Justamente por não ter registro em carteira, as financeiras exigem ainda mais documentos para liberar o crédito. Mas, o bom é que existem várias maneiras de comprovar renda de autônomo. Se você está nesta situação, confira as dicas deste post, que elas podem te ajudar bastante.


Documentos que podem comprovar renda de autônomo

Se você é um profissional autônomo, ou seja, trabalha por conta própria, saiba que poderá fazer empréstimos ou financiamentos sem problemas. Enfrentará algumas burocracias a mais do que as pessoas que possuem carteira assinada, mas elas são totalmente contornáveis. Veja a documentação que pode comprovar renda de autônomo e organize-se.

Como comprovar renda de autônomo

Extrato bancário de conta corrente

Se você é autônomo e não tem uma conta corrente, abra uma o quanto antes. Feito isso, deposite suas receitas nesta conta para gerar movimentação. Isto é importante se você tem mais de uma fonte de renda no seu trabalho. Desta forma, você poderá comprovar o valor que recebe com base na movimentação da sua conta bancária. Será possível usar o extrato como comprovação de renda após seis meses de abertura e movimentação da conta.

Vale lembrar que movimentação de conta poupança não é aceito como comprovação de renda. Se você possui apenas conta poupança, é aconselhável abrir uma conta corrente o quanto antes.

Declaração de imposto de renda

Mesmo que seus ganhos estejam abaixo daqueles que obrigam a declaração de imposto de renda, é aconselhável a sempre declarar seus ganhos, principalmente se você for autônomo. É um procedimento que você realiza uma vez por ano e pode usufruir dos benefícios durante todo o ano vigente.

Registre-se como Microempreendedor Individual (MEI)

Formalizar-se como Microempreendedor Individual traz uma série de vantagens. Você terá um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e poderá emitir notas fiscais. Além disso, terá direito a aposentadoria e auxílio doença caso necessário. O valor da contribuição mensal é baixo e acessível.

Guarde todos os recibos e notas fiscais dos serviços prestados

Apesar de não ser uma comprovação de renda “oficial”, ter as cópias de recibos de pagamento a autônomo e notas fiscais dos serviços prestados pode ajudar a comprovar renda de autônomo. Na hora de solicitar um financiamento, quanto mais documentos você tiver para provar a sua situação, melhor.

Solicite a DECORE para o seu contador

A DECORE (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos) é um documento oficial que é emitido por um contador registrado. Nele constará todo o rendimento do trabalhador autônomo.

Participe do cadastro positivo

O Cadastro Positivo mostra tanto para bancos quanto para financeiras que você está com todas as contas em dia. Ela não é uma ferramenta oficial de comprovação de renda, porém conta pontos para que sua proposta tenha mais chances de ser aprovada.

Em caso de maiores dúvidas, entre em contato com um contador. Ele é sem dúvida, uma das pessoas mais qualificadas para lhe orientar principalmente durante um processo de financiamento.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja o primeiro a comentar!